o que é quercetina - quercetina na própolis verde - quercetina benefícios - quercetina benefícios para saúde
Curiosidades maio 24
Por Melina 0 Comentários

Nos dias de hoje, a busca por uma vida mais saudável e equilibrada é constante. Assim, pessoas buscam alternativas naturais para melhorar a saúde e prevenir doenças. Nossa missão, é oferecer produtos de qualidade que levem esses benefícios até você. Por isso, hoje vamos falar de uma dessas alternativas, que é a quercetina, um composto encontrado em diversos alimentos, que vem sendo estudado por seus potenciais benefícios para a saúde.

Neste artigo, iremos explorar o que é quercetina e como ela pode ser benéfica para o nosso organismo, apresentando evidências científicas sobre seus efeitos antioxidantes, anti-inflamatórios, imunomoduladores e cardiovasculares, além de abordar formas de obter esse nutriente em nossa dieta. Vamos começar?

O que é quercetina?

A quercetina, basicamente, é um composto flavonoide encontrado em diversos alimentos. Esse nutriente é considerado um poderoso antioxidante e anti-inflamatório natural, e tem sido objeto de muitas pesquisas sobre seus benefícios para a saúde. Veremos no decorrer desse texto.

Para que serve?

Um dos principais benefícios da quercetina é sua capacidade de combater o estresse oxidativo, que é um processo natural do corpo que pode levar a doenças crônicas, como câncer, doenças cardíacas e Alzheimer. Ela ajuda a neutralizar os radicais livres que causam danos celulares e, assim, protege as células saudáveis.

Além disso, a quercetina também tem propriedades anti-inflamatórias, que podem ajudar a reduzir a inflamação crônica no corpo. Isso é especialmente importante porque a inflamação crônica está ligada a várias doenças, incluindo artrite, doenças cardíacas e diabetes.

Principais benefícios

Como dissemos anteriormente, os benefícios da quercetina vêm sendo estudados e muito já se descobriu sobre esse nutriente.

Veja abaixo algumas das evidências científicas encontradas:

  • Efeitos antioxidantes: Um estudo publicado na revista “Journal of Clinical Biochemistry and Nutrition” mostrou que a quercetina apresentou uma forte capacidade antioxidante, ajudando a proteger as células contra danos oxidativos. E para fortalecer ainda mais essa teoria, outro estudo, publicado na revista “Food and Chemical Toxicology” mostrou que tal composto foi capaz de reduzir o estresse oxidativo no cérebro. O que nos leva à associar com a prevenção de doenças como o Alzheimer, por exemplo.
  •  Efeitos anti-inflamatórios: Uma publicação na revista “American Journal of Clinical Nutrition” mostrou que a suplementação de quercetina foi capaz de reduzir a inflamação sistêmica em indivíduos com sobrepeso e obesidade.
  • Efeitos respiratórios: Segundo a revista “International Journal of Molecular Sciences” a quercetina foi capaz de reduzir a inflamação nas vias respiratórias em um modelo de asma.
  • Efeitos imunomoduladores: Um estudo publicado na revista “Nutrients” mostrou que ela pode ajudar a regular a resposta imune do corpo, ajudando a prevenir doenças e infecções. Além disso, a revista “Frontiers in Immunology” publicou que a quercetina foi capaz de melhorar a resposta imune em um modelo de infecção bacteriana.
  • Efeitos cardiovasculares: Na revista “Clinical Nutrition” um estudo mostrou que a suplementação de quercetina foi capaz de reduzir a pressão arterial em indivíduos com hipertensão. Além disso, um estudo em ratos publicado na revista “Pharmacological Reports” mostrou que a quercetina foi capaz de melhorar a função dos vasos sanguíneos e reduzir o colesterol LDL (ruim).

Essas são apenas algumas das evidências científicas que apoiam os benefícios da quercetina para a saúde, mas, vale lembrar que muitas pesquisas continuam em andamento e acreditamos que novos benefícios podem ser descobertos.

Alimentos para encontrar a quercetina

A quercetina é facilmente encontrada em alimentos do nosso dia-dia, como como cebola, maçãs, uvas, brócolis, limão, pimentão amarelo e principalmente, o chá verde.

Embora a quercetina possa ser obtida a partir de alimentos, é possível também obter suplementos. No entanto, é importante falar com um médico antes de tomar qualquer suplemento nutricional.

A quercetina na própolis verde

A própolis é uma substância produzida pelas abelhas a partir da mistura de resinas, ceras e outras substâncias coletadas em plantas, e é utilizado pelas abelhas para proteger a colmeia contra bactérias, vírus e fungos. A própolis também é conhecida por suas propriedades anti-inflamatórias, antioxidantes e antibacterianas, além de ser utilizada em muitos produtos de cuidados pessoais, como cremes, loções e pomadas.

Um dos componentes característicos da própolis verde é a quercetina, que é uma das principais substâncias responsáveis pelas propriedades terapêuticas da própolis. A quercetina presente na própolis verde tem ação anti-inflamatória e antioxidante, o que pode ajudar a combater o estresse oxidativo no corpo, além de contribuir para a redução de inflamações e dores em geral.

Um estudo publicado no International Journal of Molecular Sciences em 2020, sugere que a quercetina na própolis verde pode ser eficaz no tratamento de doenças respiratórias, como asma e bronquite, além de ajudar a prevenir infecções respiratórias, como a gripe. Acredita-se que a quercetina ajuda a fortalecer o sistema imunológico, aumentando a produção de células de defesa no organismo.

Em resumo, a quercetina presente na própolis verde é uma substância com muitos benefícios para a saúde, especialmente no que se refere à redução de inflamações e ao fortalecimento do sistema imunológico. Agora, se você se interessou pelos benefícios da própolis, venha descobrir o que é própolis, para que serve todos seus benefícios.

Referências:

Conquiste sua vida | Scielo | Lume UFRGS | Portal de Periódicos – Unibrasil | Clinmedlev | Unesp | Scielo | Sban | NCBI | Frontiersin | Sciencedirect

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado.

0
    0
    Seu Carrinho
    Carrinho VazioVoltar a Loja
    Abrir bate-papo
    1
    Olá 👋
    Podemos ajudá-lo?